Aprenda a fazer em casa um gel bactericida natural

04 de março de 2020, 10:25

(Foto: Reprodução)

A propagação do Covid-19 pelo mundo inteiro tem aumentado a preocupação da maioria dos indivíduos com a higiene, sobretudo quando se trata de lavar e desinfetar as mãos. O número total de vítimas mortais do novo coronavírus supera os 3.100 e mais de 90 mil pessoas estão infectadas.

Este cenário tem levado à procura – muitas vezes desenfreada – de meios de proteção contra o contágio, tais como máscaras e gel bactericida, que por sua vez já estão ambos esgotados na maioria das farmácias e lojas (apesar da sua eficácia ainda ser algo controversa). 

Este tipo de gel é usado para desinfetar as mãos de maneira rápida e segura, quando não é possível lavar as mãos. E felizmente, mesmo que esteja tendo alguma dificuldade em adquirir o produto, a publicação Milanos Pettacoli revela que é possível fazer um gel desinfetante caseiro, com ingredientes anti-sépticos, bactericidas e antivirais.

Veja a receita de gel bactericida:

Ingredientes

– 70 ml de álcool de farmácia;

– 30 ml de água de rosas;

– 10 colheres de sopa de gel de aloe vera;

Opcional: pode adicionar 10 gotas de óleo essencial de lavanda, já que este fornece mais propriedades bactericidas.

Preparação

– Numa tigela grande, adicione o gel de aloe vera e a água de rosas, misture até obter uma textura homogênea.

– Adicione o álcool agora e mexa mais um pouco;

– Em seguida adicione o óleo essencial de lavanda, se quiser, e mexa até obter um gel uniforme;

– Despeje a preparação num frasco de modo a armazenar o gel bactericida e está pronto a usar!

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS