Aluno diz ter sido aprovado no Sisu em curso que não escolheu

30 de janeiro de 2020, 10:07

Lucas afirma que sempre manteve Engenharia de Computação no IFCE como a primeira opção de curso (Foto: Arquivo pessoal)

Um estudante no Ceará diz ter sido aprovado no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) em um curso que não escolheu. Lucas Alexsandro conta que se inscreveu nos cursos de Engenharia da Computação, no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) e na Universidade Federal do Ceará (UFC), ambos em Fortaleza. No entanto, foi aprovado para Engenharia de Aquicultura no campus do IFCE em Aracati, a 150 km da capital cearense. As informações são do G1.

No Sisu, o candidato pode escolher duas opções de curso. Caso não obtenha pontuação suficiente para a aprovação no primeiro curso desejado, ele tem a chance de ser classificado na segunda opção. Lucas afirma que sempre manteve Engenharia de Computação no IFCE como a primeira opção de curso e o mesmo curso na UFC como segunda opção.

Segundo o estudante, caso o curso não tivesse sido trocado, ele estaria apto a ingressar na graduação escolhida. “Eu tinha nota para passar em Engenharia de Computação no IFCE. Tirei 879,54, maior que a nota mínima”, contou o estudante ao G1.

O Ministério da Educação (MEC) foi procurado sobre o caso e ainda não respondeu. A família de Lucas afirma que vai tentar reverter a situação.

 

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS