A impressionante imagem do ‘antes e depois’ de uma viciada em drogas

09 de junho de 2020, 08:45

Aos 24 anos, Amber Hoffman conta como a sua vida deu a volta que precisava e deixa uma mensagem: "A recuperação é possível e vale a pena" (Foto: Reprodução)

Ahistória de Amber Hoffman, uma norte-americana de 24 anos, pretende ser um exemplo para todos, sobretudo os que muitas vezes pensam que é mais fácil desistir dos seus objetivos do que lutar por eles.

A jovem tornou-se viciada em drogas com pouca idade e decidiu mostrar como este vício mudou a sua vida, para que muitos percebam que não é tarde para tentar mudar o rumo. A história dela já se tornou viral.

Amber compartilhou a sua história nas redes sociais, juntamente com duas fotos: uma de quando consumia drogas e a outra com a sua imagem atual, depois de vencer o  vício.

“À esquerda: eu, completamente perdida, 42 quilos,  vivendo nas ruas, com medo, com dor, viciada em metanfetaminas e heroína e preparada para o dia em que a minha vida ia chegar ao fim”, escreve a jovem, falando sobre a fotografia que foi tirada pela sua mãe, no dia que ela foi procurar sua filha nas ruas para salvá-la.

“À direita: tirei esta fotografia esta noite, não me importei com o melhor ângulo. Apenas queria mostrar a minha felicidade. Há nove meses limpa. Lutei duro no hospital durante meses, sobrevivi a uma cirurgia ao coração, ganhei 18 quilos, arranjei um local para viver, e tenho a minha família e os meus dois gatos do meu lado”, escreveu.

A história da jovem tornou-se viral e Amber tem recebido muitas palavras de apoio e incentivo para que prossiga esta caminhada e que consiga mudar a sua vida. “A recuperação é possível e vale a pena”, conclui a jovem.

https://m.facebook.com/I-Hate-You-281720485343884/

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS