A criatividade do nordestino se transforma em iniciativas louváveis

03 de julho de 2020, 12:15

A estátua do garimpeiro ganhou uma máscara para chamar atenção para a necessidade da prevenção contra o coronavírus (Foto: Notícia Limpa)

Que o brasileiro é criativo por natureza todo o mundo sabe. Sua criatividade é capaz de superar situações adversas, seja em momentos de dor, tristeza…, mas principalmente comemorar conquistas e externar sentimentos de alegria, felicidade, agrado, empatia, entre outros.

Mas quando o assunto é criatividade o povo nordestino se sobressai. A região Nordeste do Brasil é um verdadeiro celeiro de talentos e de culturas, seja na música, na escrita, no teatro, na televisão, no rádio e agora na internet com os mais diversos tipos de atrações. As tradições do Nordeste dispensam comentários, o São João, o Carnaval, as festas religiosas e os festejos regionais como as micaretas, cavalgadas e vaquejadas.

Quem não se entrega ao canto de reis, a uma chula ou um samba de rodas?

Além da questão cultural o nordestino também se destaca na prática das boas iniciativas. Com atitudes sociais, usando muitas vezes do seu humor natural realiza ações para chamar a atenção para problemas cotidianos. E neste momento de pandemia do novo coronavírus, maior crise sanitária dos últimos cem anos, a irmandade e solidariedade nordestina têm sido aflorida.

Em Jacobina, no norte da Bahia, uma criatividade se transformou em uma excelente iniciativa. Um dos principais monumentos do município, a estátua de um garimpeiro, localizada na Praça Aníbal Augusto, amanheceu com uma máscara de pano para chamar atenção para a necessidade do uso deste importante item como medida de proteção contra o coronavírus.

O monumento que já era famoso por simbolizar a principal fonte econômica no período da formação da cidade, o garimpo de ouro, metal extraído industrialmente nos tempos atuais, passou a ser novamente uma atração.

Por Gervásio Lima

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS