58% são a favor de isolamento mais rigoroso, como lockdown

30 de maio de 2020, 08:54

Pesquisa DataPoder360 mostra que mais da metade da população é a favor de medidas mais rígidas de distanciamento social

Pesquisa do DataPoder360 indica que 58% dos brasileiros são favoráveis à normas de isolamento social mais rigorosas, até mesmo 1 lockdown (bloqueio total), para frear a disseminação do novo coronavírus. Outros 33% afirmaram ser contra a medida.

O apoio a uma quarentena mais rigorosa é ainda maior entre os moradores da região Nordeste (66%) e entre os mais ricos e mais instruídos. No estrato dos que ganham de 5 a 10 salários mínimos, por exemplo, o percentual dos favoráveis a medidas como o lockdown é de 64%

Já entre os sulistas, o percentual dos que defendem 1 isolamento mais rígido é de 51% –7 pontos a menos do que a média nacional.

A pesquisa foi realizada de 25 a 27 de maio pelo DataPoder360, divisão de estudos estatísticos do Poder360, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 2.500 entrevistas em 544 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

Mesmo com a quarentena decretada por Estados e municípios, a pesquisa do DataPoder360 indica que 31% dos brasileiros precisaram sair de casa para trabalhar nas últimas duas semanas.

Os que ficaram confinados e não precisaram sair por esse motivo são 66%. O percentual é parecido com o observado nas últimas semanas.

 

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS