5 ‘cantinhos’ que você certamente esquece de limpar na faxina

12 de julho de 2018, 15:46

A casa limpa é essencial para manter sua saúde, a higiene e até mesmo o astral da casa –

 

Convenhamos, fazer faxina não é das tarefas mais agradáveis, limpamos porque é necessário, e quanto mais rapidamente a tarefa for concluída, melhor.

A casa limpa é essencial para manter sua saúde, a higiene e até mesmo o astral da casa. Poucas coisas são melhores do que ter a casa limpa e arrumada, mas na hora da faxina é muito comum esquecer certos “cantinhos” que passam despercebidos. Conheça-os e coloque na sua lista de itens que devem ser limpos imediatamente.

1. Cortinas – com o tempo, as cortinas acumulam pó e ácaros, que prejudicam a saúde de todos na casa. Por esta razão, é importante sempre lavá-las, quando forem de tecido, ou limpar com pano úmido, quando forem de plástico. Dicas: pendure-as de forma a não tocarem o chão, feche as janelas quando o tempo for de chuva e evite que crianças e animais brinquem com as cortinas.

2. Controle Remoto – todo mundo pega neste aparelho, com as mãos limpas ou sujas, propagando germes e bactérias. Limpe a parte plástica com água e sabão.

3. Almofadas – itens essenciais de decoração em qualquer casa, as almofadas não são lavadas com a frequência que deveriam e podem ser grandes focos de ácaros.

4. Fechaduras – sim! Todas as pessoas pegam o tempo inteiro nas fechaduras, transmitindo germes e bactérias, mas frequentemente nem nos lembramos que elas existem. Que tal desinfetá-las durante a faxina?

5. Lixeiras – usadas para colocar restos e coisas sujas, as lixeiras necessitam de limpeza frequente.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS