Homem que viralizou ao duvidar da Covid e recusou usar máscara faz apelo

06 de janeiro de 2021, 09:44

(Foto: Shutterstock)

Um homem que acreditava que a pandemia da Covid-19 era um assunto “político”, lançou um apelo nas redes sociais depois de ser internado, infectado com a doença.

Chuck Stacey recusou-se a usar máscara, uma atitude que pode estar na origem da sua infeção. Da cama do hospital onde se encontra internado e com visível dificuldade em respirar, o homem decidiu admitir o seu erro e alertar outros que como si pensam que tudo isto é uma mentira.

“Achei que isto era só uma gripe, que ia embora, que era uma questão política. Não pensei que uma máscara fosse fazer efeito”, começa dizendo, no vídeo compartilhado esta segunda-feira, dando conta de que se o seu estado de saúde piorar terá de ser entubado.

“Vocês não querem ficar como eu”, aconselha, recordando a conversa que teve com o paramédico que o levou ao hospital.

“Se as máscaras não têm efeito porque é que os profissionais de saúde as usam e são os que têm uma taxa mais baixa de infeções em comparação com o resto da sociedade?”, questionou o profissional.

O vídeo, que foi compartilhado em redes sociais como o Facebook e o Twitter, foi alvo de comentários menos bondosos por parte de pessoas que consideram que Chuck, devido ao seu ceticismo, não merecia ser tratado.

Uma situação que o homem lamenta, garantindo que aprendeu a lição. Usar máscara, manter distanciamento social e o uso frequente de desinfetantesão algumas dasmedidas preventivas que entretanto aceitou e que tem compartilhado desde então nas redes sociais. Por ser claustrofóbico, Chuck garante que já adquiriu a sua viseira e, sendo dono de uma empresa de tecnologias, vai impor o teletrabalho como forma de funcionamento, cumprindo assim as normas e conselhos que lhe têm sido dados.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS