14 truques infalíveis para salvar roupas e sapatos

23 de agosto de 2018, 09:11

Sapato com tiras apertadas, roupas manchadas de vinho, desodorante e batom e camurça estragada tem solução

Roupas laceadas e desbotadas, sapatos apertados ou que machucam, existem situações que parecem o fim da linha para as roupas e sapatos. A boa notícia é que, com alguns truques, é possível dar um jeitinho e voltar a usá-las.

Confira 14 dicas do Site de Beleza e Moda para reviver suas roupas e sapatos e conseguir voltar a usá-las:

1. Chapinha como ferro de passar

Está com pressa, tem que sair e a roupa não desamassa de jeito nenhum? Use sua chapinha de cabelo, usada para alisar os fios, para desamassar a roupa, ao invés do ferro de passar. Passe a chapinha na área amassada, com muito cuidado e rapidamente. Não use em peças delicadas, como sedas, lãs e rendas.

2. Bolinhas das peças de lã

As peças de lã acumulam bolinhas com muita facilidade. Para se livrar delas, basta colocar a peça dentro de um plástico no freezer por 3 a 4 horas. Depois disso, a peça ficará como nova. Se não tiver tempo, use uma fita crepe enrolada na mão e passe a parte colante nas bolinhas.

3. Botas com canos tortos

Para que os canos das botas não fiquem tortos no armário, enrole revistas e coloque dentro, para que permaneçam firmes.

4. Mancha de batom

Passar um pouco de laquê por cima da mancha ajuda a removê-la.

5. Mancha de desodorante

Lave a roupa normalmente, sem muito sabão. Adicione uma colher de sopa de bicarbonato e 1 colher de água e passe sobre a mancha. Enxágue.

6. Sapato apertado

Vista meias grossas, calce os sapatos e passe o secador sobre os pés. Isso vai fazer com que o sapato laceie.

7. Eliminar manchas de suor

O limão é ótimo para a saúde e para as roupas. Aplicar suco de limão nas manchas de suor, ou bicarbonato, podem amenizar as manchas.

8. Evitando machucados de sandálias

Corte pedaços de tecido macio e cole por dentro das tiras com fita dupla-face. Isso fará uma espécie de almofadinha no seu

9. Camurça como nova

A camurça estraga com facilidade. Para recuperá-la, use uma borracha nas partes atingidas.

10. Limpar tênis branco

A parte branca dos tênis são muito difíceis de limpar. Para ajudar, misture bicarbonato de sódio e detergente. Esfregue a mistura com uma escova de dentes para que a sujeira saia melhor.

11. Tirar manchas de base da roupa

As mulheres sofrem muito para tirar as manchas de base das roupas, principalmente as que possuem gola. Para solucionar o problema, passe creme de barbear na mancha e depois lave a roupa normalmente.

12. Tirar mancha de vinho tinto

A mancha de vinho tinto é uma das piores para retirar. Aplique vinho branco com bicarbonato em cima da mancha de vinho, espere secar e lave a roupa normalmente.

13. Evitar machucado de sapatos de tiras (2)

Passe um pouco de desodorante stick na região do calcanhar e depois calce o sapato. Isso vai evitar que o calçado machuque o pé.

14. Amaciar jaqueta de couro

Caminhe com a jaqueta num dia de chuva, para que ela molhe um pouco. Isso a tornará mais maleável.

Principais sintomas físicos e mentais da abstinência de nicotina

A síndrome de abstinência de nicotina provoca inúmeros sintomas nos ex-fumantes. Contudo, explica um artigo publicado no portal Melhor Com Saúde, esses efeitos colaterais variam em intensidade dependendo da pessoa. 

O fato da nicotina ser uma droga muito viciante faz com que o hormônio conhecido como dopamina seja liberado no cérebro – este hormônio é responsável por aumentar a sensação de prazer e bem-estar. E como tal, o organismo reage negativa e violentamente à ausência da droga.

Ainda assim, a síndrome de abstinência de nicotina não representa qualquer risco para a saúde. Estima-se que os sintomas associados à condição afetam até 85% dos ex-fumantes. 

Os sintomas desta síndrome variam, mas, sem dúvida alguma, o mais comum é a vontade de fumar que pode surgir na presença de múltiplos estímulos, como por exemplo ver outra pessoa fumar, ou inclusive sem uma causa aparente.

Os principais sintomas da síndrome de abstinência da nicotina são os seguintes, de acordo com o portal Melhor Com Saúde:

Sintomas físicos

Aumento do apetite
Tosse
Boca seca
Dor de cabeça
Tontura
Fadiga
Coriza (inflamação da mucosa das fossas nasais; rinite, defluxo)
Dor de garganta, na língua ou gengivas
Sensação de aperto no peito
Ganho de peso
Frequência cardíaca mais lenta ou bradicardia
Obstipação
Hipotensão

Sintomas mentais

Ansiedade, inquietação e irritabilidade
Dificuldade em se concentrar
Insônia e dificuldade para dormir bem
Raiva e frustração
Depressão
Desânimo
Mau humor

Os sintomas da síndrome de abstinência da nicotina normalmente duram de 4 a 12 semanas e surgem nas primeiras 12 a 24 horas após parar de fumar. 

Os especialistas explicam que a fase mais critica são as primeiras duas a três semanas de cessação tabágica. Sendo que os sintomas começam gradualmente a desaparecer e, com o tempo o indivíduo aprende a controlar o desejo de fumar. 

VÍDEOS